relacionamento@lsspatologia.com.br | +55 (71) 33116050

Exames

Lista de exames realizados no laboratório

  • BIOPSIA E PEÇAS CIRURGICAS
  • Anatomia patológica é um ramo da patologia que lida com o diagnóstico de doenças baseado no exame macroscópico de peças cirúrgicas e biópsias e microscópico para a análise de células e tecidos.

    Utilidade:

    • Realização de diagnóstico definitivo de várias doenças que afetam as células ou tecidos humanos.

    Material requerido:

    • Fragmentos de tecido humano ou de peças cirúrgicas. 

    Conservação:

    • Em formol a 10% (temperatura ambiente). 

    Metodologia:

    • Microscopia, incluindo as seguintes etapas: impregnação do tecido pela parafina, cortes histológicos, coloração de rotina (hematoxilina e eosina) e eventualmente colorações especiais.

    Transporte:

    • Transportadora especifica ou recepção de uma unidade LSS.

    Prazo de entrega

    • Consulte, (71) 3311-6050.

    Convênios:

    • Consultar nossa tabela de convênios.

    Documentos e autorizações:

    • Solicitação médica (carimbada e assinada pelo médico solicitante);

    • RG do paciente;

    • Carteira do convênio;

    • Autorização do convênio (quando exigido pelo convênio);

    • Quando for para biopsia, também é nescessário o material coletado; e

    • Quando for para Revisão de Lâminas, também é nescessário o bloco, lâmina e laudo anátomo patológico caso seja de outro laboratório. 

  • CITOLOGIA VAGINAL E ONCÓTICA GERAL
  • Cérvico-Vaginal:

    É a colheita de material do colo uterino.

    Citologia Oncótica Geral:

    É um ramo da patologia que estuda toda e qualquer alteração funcional ou morfológica que uma célula possa sofrer. As células tumorais ou neoplásicas assumem características que as diferenciam das células normais.

    Utilidade:

    • Cérvico-Vaginal -  Possibilitar a detecção de células neoplásicas malignas ou pré-malignas do colo uterino.

    • Oncótica Geral -  Diagnóstico diferencial de efusões em vários sítos anatômicos (líquido ascítico, pleural, pericárdico, lavado bronco-alveolar, entre outros).

     Material requerido:

    • Cérvico-Vaginal -  Amostra representativa da ectocérvice e endocérvice.

    • Oncótica Geral -  Efusões (líquidos) / Lâminas. 

    Conservação:

    • Cérvico-Vaginal -  Citologia convencional: Em álcool a 95%.

    • Cérvico-Vaginal -  Citologia em meio líquido: Em tubo apropriado (tubo de coleta da ThinPrep). 

    • Oncótica Geral -  Sem conservantes(para líquidos) / Álcool a 95%(para as lâminas).

     Metodologia:

    • Cérvico-Vaginal -  Microscopia, incluindo a coloração de Papanicolaou.

    • Oncótica Geral -  Microscopia, incluindo a coloração de Papanicolaou e Diff Quick. 

    Transporte:

    • Transportadora especifica ou recepção de uma unidade LSS.

    • No caso de material liquido enviar imediatamente para o laboratório de anatomia patológica, sob refrigeração (2°C -80°C) no período máximo de 24h.

     Prazo de entrega:

    • Consulte, (71) 3311-6050

    Convênios:

    • Consultar nossa tabela de convênios.

     Documentos e autorizações:

    • Solicitação médica (carimbada e assinada pelo médico solicitante);

    • RG do paciente;

    • Carteira do convênio;

    • Autorização do convênio (quando exigido pelo convênio); e

    • Material coletado. 

    Orientações para citologia de urina:

    • Na noite anterior ao exame, tomar um comprimido de vitamina C 1g (para facilitar a descamação celular da bexiga);

    • A primeira urina do dia não é adequada para a citopatologia oncótica (diferente do sumário de urina)

    • Antes da coleta de urina, esvaziar a bexiga e proceder com hidratação. Para a hidratação é recomendado beber água ou suco preferencialmente de laranja por cerca de 2 h. 

    • Para a coleta de urina, deve-se fazer um asseio da genitália com água e sabão e desprezar o primeiro jato de urina;

    • Após desprezar o primeiro jato, realizar a coleta diretamente no coletor específico e devidamente identificado;

    • Pode ser colhida no laboratório de preferência, caso contrário a amostra de ser encaminhada ao laboratório dentro do prazo de 2 horas (não armazenar na geladeira). 

  • FISH
  • O que é?

    • Técnica molecular cuja finalidade é revelar alterações específicas no gene de uma célula neoplásica. 

    Material requerido:

    • Tecido fixado e impregnado em parafina (bloco de parafina) e cópia do laudo de anatomia patológica.

    Conservação :

    • Temperatura ambiente (20°C - 25°C).

    Prazo de entrega:

    • Consulte, (71) 3311-6050.

  • IMUNO-HISTOQUÍMICA
  • É um aprofundamento do estudo anatomopatológico, visando a identificação de antígenos nos tecidos. 

    Utilidade:

    • Detectar presença de celulas anormais; 

    • Caracterizar sítios primários de tumores;

    • Subtipar as neoplasias;

    • Avaliar fatores prognósticos de neoplasias; e

    • Detectar agentes infecciosos.

    Material requerido: 

    • Tecido fixado e impregnado em parafina (bloco de parafina) e cópia dos laudos de anatomia patológica.

    Conservação: 

    • Temperatura ambiente (20°C - 25°C).

    Metodologia:

    • Imuno-histoquímica automatizada utilizando painel de anticorpos.

    Transporte: 

    • Transportadora específica ou entrega diretamente em uma de nossas unidade.

    Prazo de entrega:

    • Consulte, (71) 3311-6050.

    Convênios: 

    • Consultar tabela de convênios.

  • MUTAÇÃO NO GENE EGFR
  • Utilidade:

    • Pesquisar a presença de mutações, deleções e inserções mais frequentes nos exons 18,19, 20 e 21 do gene EGFR em pacientes com câncer de pulmão que não possam se beneficiar de terapias com inibidores de tirosina-quinase, como o gefitinib ou erlotinib.  

    Material requerido:

    • Tecido fixado e impregnado em parafina (bloco de parafina) e cópia do laudo da anatomia patológica.

    Conservação:

    • Temperatura ambiente (20ºC a 25ºC).

    Metodologia:

    • O kit EGFR RGQ PCRconsiste em um kit paradetecção de 29 mutações somáticas no oncogene EGFR utilizando a PCR em tempo Real no aparelho Rotor-Gene Q (Qiagen), através das tecnologias ARMS® e a Scorpions®.

    Transporte:

    • Transportadora específica.

    Prazo de entrega:

    • 07 dias úteis.

    Convênios:

    • Amil;

    • Capesaude (precisa de autorização); e

    • Particular.

  • MUTAÇÃO NO GENE RAS (KRAS E NRAS)
  • Utilidade:

    • Pesquisar a presença de mutações nos códons 12, 13, 59/ 61, 117 e 146 dos éxons 2, 3 e 4 dos genes humanos KRAS e NRAS em pacientes com carcinoma de pulmão e intestino grosso (cólon). A presença de mutações do RAS está associada à ausência de resposta a drogas anti-EGFR.

    Material requerido:

    • Tecido fixado e impregnado em parafina (bloco de parafina); e
    • Cópia do laudo da anatomia patológica.

    Conservação:

    • Temperatura ambiente (20°C - 25ºC).

    Metodologia:

    • O KRAS Pyro Kit é um ensaio quantitativo que detecta mutações nos códons 12,13 e 61do gene humano K-RAS. As duas regiões são amplificadas separadamente por PCR e sequenciadas através de uma região definida pelo SistemaPyroMarkQ24.

    • O RAS ExtensionPyro Kit é um ensaio quantitativo que detecta mutações nos éxons 3 e 4 dos genes humanos K-RAS e N-RAS. Este kit consiste de 06 ensaios (K-RAS 59, K-RAS 117, K-RAS 146, N-RAS 59, N-RAS 117 e N-RAS 146). As 06 regiões são amplificadas separadamente por PCR e sequenciadas através de uma região definida pelo SistemaPyroMarkQ24.

    Transporte:

    • Transportadora específica.

    Prazo de entrega:

    • 07 dias úteis.

    Convênios:

    • Particular e alguns convênios.

  • PCR PARA HPV
  • Utilidade:

    • Detecção e identificação individual de 24 genótipos do HPV, entre estes, 18 de alto risco (16, 18, 31, 33, 35, 39, 45, 51, 52, 53, 56, 58, 59, 66, 68, 70, 73 e 82) e 6 de baixo risco (6, 11, 40, 42, 43, 44).

    Material requerido:

    • Escovado* (raspado de lesões ou raspado de região considerada suspeita);
    • Biópsia a fresco*; e
    • Material parafinado (bloco de parafina).
    *em meio de preservação apropriado [tubo de coleta da Qiagen (Captura Híbrida )ou Citologia em meio líquido]. Caso haja necessidade, os tubos serão fornecidos pelo laboratório.

    Conservação:

    • Escovado: até 2 semanas a temperatura ambiente (20°C - 25ºC), após esse período conservar em congelador (-5ºC a -25°C) por 30 dias;
    • Biópsiaà fresco: em congelador (-5ºC a -25°C) por 30 dias; e
    • Material Parafinado: temperatura ambiente.

    Metodologia:

    • PapilloCheck: método baseado na técnica de PCR de amplo espectro que utiliza "primers" padronizados que detectam e identificam, simultaneamente, 24 genótipos do HPV, auxiliando no monitoramento de infecções agudas, persistentes e múltiplas. Este exame possui sensibilidade clínica de 98%. A leitura automatizada é feita através de feixes de laser do chip de DNA, impedindo interpretações subjetivas ou resultados falsos negativos.

    Transporte:

    • Pelo correio, seguindo as normas de conservação.

    Prazo de entrega:

    • 07 dias úteis.

    Convênios:

    • Consultar tabela de convênios.